All for Joomla All for Webmasters

“Análise e limpeza de dados” é tema do terceiro dia do curso "Introdução ao Jornalismo de Dados"

Por Bruno Santos

_MG_9266

Aconteceu no dia 26, na Faculdade de Comunicação (FACOM) da Universidade Federal da Bahia, o terceiro dia do curso “Introdução ao Jornalismo de Dados”. Promovido pela Escola de Dados e o Grupo de Pesquisa de Jornalismo On-Line (GJOL) da Facom, o curso é gratuito e faz parte do programa Partnership for Open Data (POD), uma parceria entre o Banco Mundial, o Open Data Institute e a Open Knowledge para acelerar a abertura de dados em países em desenvolvimento.

Rodrigo Burgarelli, instrutor do curso e repórter de dados do “Estado de São Paulo”, primeiro veículo de comunicação do país a ter uma equipe de jornalismo de dados, destacou a importância do curso em um momento no qual o jornalismo de dados vem crescendo cada vez mais no Brasil e a necessidade dos jornalistas estarem preparados para essa nova forma de se fazer jornalismo. “O jornalismo de dados cresceu bastante nos últimos dois anos. Tem acontecido uma abertura de dados cada vez maior e o jornalista precisa estar capacitado para lidar com isso. A iniciativa do curso é ótima, pois eu tive que aprender tudo sozinho, na marra, enquanto os alunos estão tendo a possibilidade de serem auxiliados por pessoas especializadas.”, afirmou.

Victor Lahiri, graduando em Comunicação e aluno do curso contou que pretende utilizar os conhecimentos adquiridos nas aulas para aprimorar seu trabalho como jornalista. “É um fluxo grande de informações, que são muito interessantes. Percebi que os números são mais atrativos para o leitor. Dessa forma, o que estou aprendendo no curso vai ajudar bastante a aumentar a qualidade do meu trabalho e no entendimento dos meus leitores”, contou.

Análise de limpeza de dados
O terceiro dia do curso contou com a aula de Rodrigo Burgarelli. Com o tema “Análise de limpeza de dados”, os alunos aprenderam sobre como a clareza dos dados é importante para uma melhor interpretação e aplicação deles em seus trabalhos.

No primeiro momento da aula, Rodrigo apresentou aos alunos uma plataforma de dados. Nela, os participantes puderam aprender formas eficazes de se colher planilhas de dados. Logo depois, deu dicas de como melhorar a visualização das tabelas, facilitando o processo de recolhimento e interpretação das informações ali presentes. Já na segunda parte da exposição, Rodrigo explicou à turma como executar a limpeza de dados. Para isso, os alunos foram expostos a diversas planilhas com inconsistências que poderiam dificultar o levantamento de dados. Os participantes aprenderam maneiras de como organizá-las para facilitar o trabalho.

Posts relacionados

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.