All for Joomla All for Webmasters

Grupos de estudos baseados no MOOC de jornalismo de dados apresentam trabalhos

O MOOC “Técnicas Básicas do Jornalismo de Dados”, oferecido pelo Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, chegou ao fim e, com ele, também os trabalhos dos grupos de estudos presenciais da Escola de Dados que aconteceram em Belo Horizonte, Campinas, Recife e Salvador. Confira o que os grupos produziram nas cinco semanas do MOOC.

Grupo de Campinas analisou dados de cursos de pós-graduação no Brasil
Grupo de Campinas analisou dados de cursos de pós-graduação no Brasil

CAMPINAS

Usando técnicas e ferramentas aprendidas durante o curso, o grupo analisou a distribuição dos cursos de pós-graduação no país e os relacionou à população de cada estado. O resultado evidencia a concentração de cursos no Sul/Sudeste do país e está publicado aqui, numa visualização realizada na ferramenta Tableau Public, apresentada durante o MOOC.

“Apesar de ser um curso de técnicas básicas, o MOOC foi robusto em termos de novidades para mim e para a equipe, composta por mais três mulheres”, explicou Edvan Lessa, facilitador do grupo campineiro.

photo_2015-09-22_09-41-22
Grupo de BH recebe a visita de Marco Túlio Pires, instrutor do MOOC

BELO HORIZONTE

Já na capital mineira, o grupo, realizado em parceria com a Lhama.me, trabalhou em cima de dados de doações de medula óssea. O grupo descobriu, por exemplo, o número de mortes por leucemia em cada estado do país. A visualização está aqui, realizada no Infogr.am, outra ferramenta apresentada durante o MOOC.

“No fechamento do projeto ficou a sensação de que o tema suscita outras análises, comprovando que fazer Jornalismo de Dados pode gerar um rico aprendizado, ampliar as fontes de informação e gerar uma grande rede de suporte a todos os segmentos que estudam determinado tema”,  afirmou o grupo, em relato sobre a experiência publicado aqui.

SALVADOR

Na Bahia, o grupo se dividiu em quatro times, que analisaram salários da prefeitura, dados eleitorais, Enem e violência contra adolescentes.

A equipe de eleições (Marcelo Argôlo, Newton Soares e Valana Araújo) descobriu que candidatos homens a deputados federais na Bahia arrecadaram, para suas últimas campanhas, 13 vezes mais, em média, que o valor arrecadado pelas candidatas mulheres. A visualização, também realizada no Infogr.am, está aqui.

Parte do grupo baiano, que teve várias equipes e projetos de jornalismo de dados.
Parte do grupo baiano, que teve várias equipes e projetos de jornalismo de dados.

Já a equipe de violência contra adolescentes (Denivaldo Ribeiro Veloso, Manuela Belém e Ronaldo Cerqueira) usou dados do DataSUS para relacionar o número de jovens vítimas de homicídios com as raças. A planilha pode ser acessada aqui.

A dupla que destrinchou os salários da prefeitura (Everton Santos e Joice Pinho), usou dados no Tribunal de Contas dos Municípios para descobrir os maiores salários pagos na Secretaria Municipal de Saúde de Salvador.

Por fim, o time que se debruçou sobre os dados do Enem de 2014 (Elian Luz, Silvia Caldeira e eu) relacionou os resultados das escolas com seus níveis socioeconômicos e descobriu uma relação direta: quanto maior o nível socioeconômico da escola, melhor o resultado na prova. Fez também uma correlação entre as provas objetivas e de redação. O resultado está aqui, também em Tableau.

PARTICIPANTES POR CIDADE

CAMPINAS
Ana Beatriz Camargo Tuma, Edvan Lessa dos Santos, Josiane dos Santos, Sarah Teófilo Marcelino

BELO HORIZONTE
Camila Gonzaga-Pontes, Daniela Vargas, Fernanda Castro, Igor Antoinne, Júlia Fernandes, Ludmylla Soares, Luíza Chaibb, Raquel Camargo, Thiago Cardoso

SALVADOR
Denivaldo Veloso, Elian Conceição Luz, Everton Santos, Joice Pinho, Manuela Belém, Marcelo Argôlo, Newton Soares, Ronaldo Cerqueira, Silvia Caldeira e Valana Araújo

Posts relacionados

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.