All for Joomla All for Webmasters

Observatório de Favelas e Escola de Dados selecionam jovens para programa de bolsas


Estamos selecionando quatro jovens que se dediquem a criar outras narrativas sobre favelas e periferias urbanas, desenvolver novas ferramentas, aprender e ensinar coletivamente. Durante o ano de 2016, o Observatório de Favelas, em parceria com a Escola de Dados, vai criar um novo espaço de levantamento, pesquisa e visualização de dados relacionados à tecnologia e juventude – o Laboratório de Dados do Observatório de Favelas.

Para todas as vagas, não exigimos que você tenha diploma ou tenha frequentado a universidade. Basta ter alguma experiência e interesse em projetos que envolvam jornalismo, design, produção artística, programação e desenvolvimento de sistemas, produção de conteúdo, vídeo ou imagem e estar muito a fim de construir colaborativamente. Você precisa morar em alguma favela do Rio da Janeiro, ter entre 18 e 29 anos e responder ao seguinte formulário: http://goo.gl/forms/pXyLcPrdEv . Os selecionados serão convidados para uma entrevista presencial na Maré.

O prazo final para envio do formulário é 21 de fevereiro de 2016. A bolsa auxílio disponibilizada para os jovens é de R$1.200,00 por mês, durante nove meses, e a carga horária é de 20 horas semanais. Os encontros serão sempre às terças e quintas à tarde. As outras horas serão cumpridas de forma flexível.

15922720531_8c44919afa_k-720x479

Sobre o projeto

Temos percebido que o empoderamento de jovens oriundos de territórios populares passa pelo acesso, difusão e produção de informações. As narrativas construídas pela mídia hegemônica e, na contramão, pelos novos canais de comunicação surgidos nas periferias são a prova de que os dados estão em disputa acirrada no Brasil. A quem pertencem os dados? A favor de quem eles estão mais ou menos disponíveis? Como tornar os dados visíveis a ponto de garantir novas narrativas que permitam o desenvolvimento de outras imagens da cidade e de seus sujeitos?

A fim de dar respostas a essas perguntas, o Observatório de Favelas e a Escola de Dados, com apoio da Open Society Foundations, propõem a construção de um laboratório permanente de dados na favela. Durante nove meses, quatro jovens, orientados por uma equipe qualificada, desenvolverão projetos guiados por dados que considerem o uso de tecnologias por jovens em periferias urbanas. O laboratório acontecerá no Bela Labe – espaço de experimentação tecnológica do Galpão Bela Maré, promovendo novos atores no debate sobre as tecnologias e seus usos. A proposta de construção do laboratório visa, acima de tudo, trazer para o cotidiano da vida de jovens favelados, a discussão sobre a abertura e difusão de dados que podem ser capazes de pensar e elaborar novas formas de política e comunicação.

Acesse o formulário e participe! Qualquer dúvida, mande e-mail para o [email protected].

Posts relacionados

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.