All for Joomla All for Webmasters

Cerveja, dados e política no Rio

A Comuna – bar e restaurante que também funciona como espaço cultural – recebeu a segunda edição carioca do Cerveja com Dados nesta última segunda-feira, 11 de junho. As quatro iniciativas apresentadas no evento têm a política como tema principal e visam ressaltar a importância da participação e do monitoramento cidadão, que podem ser alavancados com a proximidade das eleições.

Levando o atual cenário político em conta, com a crise da democracia brasileira e o ataque às universidades públicas, o “IESP nas eleições” quer trazer um pouco da discussão da academia sobre as eleições para a internet em linguagem acessível, a fim de orientar melhor a votação de outubro. Carolina de Paula, socióloga do instituto, abriu o evento trazendo o projeto, que, dentre outros, vai monitorar a cobertura da imprensa e mapear o uso das redes sociais dos candidatos, mostrar perfil, trajetória e ideologia dos mesmos e mensurar a propaganda eleitoral.

Já Daniel Schwabe, professor do Departamento de Informática da PUC-Rio, trouxe o “Se Liga na Política“, que pretende ser uma base de dados pública, aberta e acessível sobre os agentes políticos no Brasil, contendo as relações diretas e indiretas entre eles. A ideia de Schwabe é criar um repositório estilo Wiki no site do projeto, que possa ser usado e alimentado por pesquisadores, jornalistas e demais interessados no assunto, com links para as fontes (sempre confiáveis) onde as informações foram obtidas.

E no intuito de revelar quem muda de lado na política, a apresentação do Vira Casacas mostrou os candidatos que se aproveitaram da janela de troca partidária neste ano. O projeto do Café.Art.Br revelou dados básicos como nome, partido, estado, foto, número de reeleições e total de mandatos e os partidos de origem e destino dos candidatos que fizeram a troca, tentando também estipular, segundo as regras do jogo eleitoral, quanto vale cada deputado que se aproveitou da janela.

Encerrando as apresentações do evento, Juliana Marques, estatística e integrante da Rede Umunna, trouxe a campanha #MulheresNegrasDecidem, que tem como objetivo visibilizar as pré-candidaturas de mulheres negras e tornar suas pautas mais conhecidas entre os eleitores. A plataforma, centrada em dados, será lançada no dia 21 de julho e conterá um raio-x evidenciando a sub-representação das mulheres negras nas candidaturas das eleições e comparando as candidaturas de 2014 e 2018, além de tentar realizar, num momento posterior, a aproximação entre candidatas, eleitores e pautas.

Depois das apresentações, a conversa prosseguiu com perguntas mais específicas sobre os projetos, as metodologias utilizadas e a troca livre de ideias entre os participantes continuou até a Comuna fechar. O próximo Cerveja com Dados Rio ainda não tem data para acontecer, mas fique de olho! Para saber em primeira mão dos próximos encontros que vamos realizar, você pode se inscrever desde já no nosso grupo do Meetup.

Posts relacionados

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.