Do céu ao solo: geojornalismo com dados de queimadas e desmatamento

SOBRE O WORKSHOP

O workshop “Do céu ao solo: geojornalismo com dados de queimadas e desmatamento” teve o objetivo de apresentar conceitos básicos para usar dados geográficos no jornalismo, por meio de aplicativos de geolocalização.  O Google Earth Pro foi uma das ferramentas abordadas, bem como o uso de imagens de satélite do Sentinel Hub no aplicativo EO Browser, o gerenciamento de dados no QGIS e a criação de mapas interativos no Flourish. A atividade foi facilitada por Gustavo Faleiros, editor da Rede de Investigações sobre Florestas Tropicais (Rainforest Investigations Network) do Pulitzer Center e Juliana Mori, diretora editorial do veículo InfoAmazonia

 

 

O conceito de geojornalismo, segundo Faleiros, diz respeito a contar narrativas de um determinado lugar com auxílio de cartografia, sensoriamento remoto e dados ambientais aliado a histórias geolocalizadas. Ou seja, a vivência da população permite a divulgação de dados e mapas, com o intuito de alertar sobre temas como as mudanças climáticas. Essa tem sido a trajetória por trás do InfoAmazonia, fundado pelos dois palestrantes em 2012.

 

 

Para iniciar uma análise geoespacial, é preciso levar em consideração três fatores: primeiro, a resolução – se a observação será local, regional, de um ecossistema ou global; segundo, a questão temporal – frequência, duração e/ou mudanças (antes e depois); e por último, o fator espacial – a distância, a intersecção e/ou comparação.

NÍVEL

Básico

Referências

gustavo

Gustavo Faleiros

É editor da Rainforest Investigations Network (RIN) do Pulitzer Center. É jornalista ambiental e instrutor especializado em reportagens baseadas em dados. Em 2012, lançou a InfoAmazonia, uma plataforma digital que usa imagens de satélite e outros dados publicamente disponíveis para reportar sobre os nove países da floresta amazônica. Contribuiu também para importantes publicações como Scientific American, The Guardian-UK, Nature, Revista Piauí e Folha de São Paulo.

juliana

juliana mori

Jornalista especializada em produções audiovisuais e visualização de dados geoespaciais. Cofundadora e diretora editorial do InfoAmazonia. Graduada em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, mestre em Artes Digitais pela Universitat Pompeu Fabra (UPF), Barcelona.

REALIZAÇÃO

CORREALIZAÇÃO

PATROCÍNIO

APOIO