Perspectiva indígena: uso da tecnologia e produção de dados em territórios tradicionais

SOBRE O PAINEL

Neste painel, as pessoas convidadas vão debater sobre o ecossistema de dados sobre comunidades indígenas disponíveis no Brasil hoje, como organizações não-governamentais e a pesquisa científica tem produzido novos conjuntos sobre esta população e como os dados podem ser uma poderosa ferramenta nas estratégias de defesa territorial dos povos tradicionais, combatendo o avanço do desmatamento, as invasões, a mineração ilegal e os impactos das mudanças climáticas. Não perca a oportunidade de ouvir essa perspectiva única e inspiradora!

NÍVEL

Básico.

PRÉ-REQUISITOS

Não há pré-requisitos.

ariane-susui

Ariene Susui

Povo Wapichana, ativista indígena, atua desde os 14 anos no movimento indígena pela participação dos jovens e das mulheres nas discussões políticas, ambientais e educação. Co-fundadora da Rede de comunicadores indígenas de Roraima Wakywaa. Graduada em Comunicação Social-jornalismo e Mestre em Comunicação pela UFRR. Foi assessora de comunicação do Conselho indígena de Roraima, atuou como técnica de comunicação na Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) e atualmente atua como jornalista independente com foco na Amazônia.

tiago-moreira

Tiago Moreira

Mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina trabalho desde 2011 no Programa Povos Indígenas no Brasil do Instituto Socioambiental onde é responsável pelo levantamento de dados informações sobre povos e terras indígenas e manutenção de banco de dados, o Sistema de Áreas Protegidas. Também é editor do site Terras Indígenas no Brasil e colaborar dos sites Povos Indígenas no Brasil e Povos Indígenas no Brasil Mirim e co-editor da ultima edição do livro Povos Indígenas no Brasil (2017-2022).

kalynka-cruz

Kalynka Cruz

Doutora em Sociologia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS/ Paris) e Sorbonne Paris V. Tem Mestrado multidisciplinar em Tecnologias da Inteligência e design digital (PUC-SP) com ênfase em Semiótica cognitiva. Tem especialização em arte-educação e novas mídias (UnB). Graduou-se em Comunicação Social (UFPA), Jornalismo. Desenvolve pesquisas sobre cibercultura, manipulação e sociabilidades no ciberespaço, além de netnografia e outros métodos de investigações digitais. Coordena regionalmente o “Observatório Insterinstiticional em cibercultura e os povos dos rios e da floresta”, pesquisa de Pós-Doutorado realizada em rede em parceria com a PUCSP e a UFBA. É professora efetiva desde 2009.

REALIZAÇÃO

CORREALIZAÇÃO

PATROCÍNIO

ORGANIZAÇÕES PARCEIRAS

APOIO

Nosso conteúdo está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, e pode ser compartilhado e reutilizado para trabalhos derivados, desde que citada a fonte.