Introdução à Inteligência Artificial para Jornalistas

Para acessar este e outros workshops do Coda.Br 2020, junte-se ao nosso programa de membresia.
Se você já se associou ou se inscreveu no Coda.Br 2020, faça seu login.

SOBRE O WORKSHOP

A inteligência artificial (IA) é uma realidade em muitas indústrias e, cada vez mais, está revolucionando também o jornalismo. Através do aprendizado de máquina, já é possível automatizar a transcrição de áudios, a checagem de informações, a criação de bases de dados de interesse público e até a tradução de reportagens. Neste workshop, você vai conhecer diversos casos em que a aplicação da inteligência artificial permitiu que o trabalho dos jornalistas alcançasse outro patamar. Com a orientação de Marco Túlio Pires, jornalista, programador e coordenador do Google News Iniciative no Brasil, você vai aprender os principais conceitos da área, conhecer as melhores práticas que estão sendo usadas no jornalismo e saber a dar os primeiros passos para a implementação da IA no seu trabalho.

Após diferenciar noções básicas sobre inteligência artificial, como aprendizado de máquina (machine learning) e aprendizagem profunda (deep learning), o jornalista Marco Túlio Pires comenta as diferentes áreas em que a IA está presente, incluindo os seus usos dentro do Google. Algumas ferramentas, como o Google Tradutor, evoluíram bastante graças a essas tecnologias, permitindo que hoje já seja possível traduzir um letreiro apenas apontando a câmera do celular, por exemplo.

Em seguida, o workshop exibirá uma gama de casos em que a inteligência artificial é usada para expandir as possibilidades do jornalismo. Entre eles, está o Global Fishing Watch, um site que usa machine learning para mapear os locais onde há pesca ilegal no mundo. Já a plataforma Confere.AI, do Jornal do Commercio, utiliza inteligência artificial para checar informações, verificando a presença de elementos enganosos em conteúdos na web. Outro exemplo mostrado, agora na área de criação de base de dados, é o projeto Documenting Hate, que usou IA para mapear os crimes de ódio que ocorreram entre 2016 e 2019 nos Estados Unidos.

Depois de inspirar a turma com a exibição de diferentes aplicações da inteligência artificial na prática jornalística, o workshop termina ensinando como cada um pode usar o machine learning para automatizar tarefas de classificação e expandir as suas possibilidades em investigações, de forma simples e sem necessidade de conhecimentos aprofundados em programação. De ferramentas úteis para começar a estudar até orientações sobre como convencer a inclusão dessas tecnologias dentro das redações, o workshop garante uma visão 360º que estimulará você a olhar a inteligência artificial como um mar de possibilidades.

NÍVEL

Básico

DURAÇÃO

1:30h

ferramentas e referências

marco-premio

Marco Túlio Pires

É o coordenador do Google News Initiative no Brasil. Jornalista e programador, foi coordenador de telejornais na Globo e repórter de ciência em VEJA. Liderou as áreas de transparência, tecnologia e inovação na Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo e também foi coordenador da Escola de Dados no Brasil. Antes do Google, foi gerente global da School of Data supervisionando os trabalhos da rede em 15 países.

REALIZAÇÃO

DESENVOLVIDO COM

APOIO

APOIO DE MÍDIA