Pandemia na busca: o que as buscas do Google revelam sobre 2020

Para acessar este e outros workshops do Coda.Br 2020, junte-se ao nosso programa de membresia.
Se você já se associou ou se inscreveu no Coda.Br 2020, faça seu login.

SOBRE O WORKSHOP

Não é novidade que o Google é uma das fontes de pesquisa mais fundamentais para os jornalistas e para o mundo inteiro. Além de ser um instrumento poderoso na apuração de notícias, as buscas online também podem ser a própria pauta. Mas como?

Neste workshop, você descobrirá como extrair insights para pautas por meio do Google Trends. Com a condução de Keila Guimarães, jornalista e curadora de dados do Google News Lab para Brasil e América Latina, você aprenderá a trabalhar com as séries históricas da base de pesquisas feitas no Google.

Keila explica o uso de operações estatísticas básicas na ferramenta, como média, mediana e variações percentuais – e como elas auxiliam na compreensão de diferentes fenômenos sociais. Tudo isso usando como exemplo as buscas feitas durante a pandemia do coronavírus em 2020 e as reportagens publicadas neste período que utilizaram a ferramenta. Ao final, a jornalista recria o passo a passo feito por uma dessas matérias ao vivo.

A partir de uma introdução sobre o que é o Google Trends, Keila Guimarães elucida no workshop os pontos principais do seu funcionamento. Segundo ela, a ferramenta produz dados em tempo real e compara os níveis de busca ao longo do tempo por meio de representações gráficas, com picos e depressões bem delimitados. No entanto, a curadora esclarece que o Trends não reflete todos os dados de buscas da plataforma. Afinal, o Google recebe em média três bilhões de buscas por dia e seria inviável uma atualização tão rápida na plataforma com essa quantidade de informações.

Ainda assim, ela garante que é possível ter uma amostra real dos interesses das pessoas pelos índices de pesquisa que são mostrados. A ferramenta também oferece diferentes modalidades de segmentação, permitindo um olhar mais focado sobre as buscas de acordo com a sua geolocalização; espaço temporal; campo de pesquisa, se é na internet inteira ou só no YouTube, por exemplo; e amplitude de pesquisa, considerando só o termo ou as buscas a respeito do assunto em diversos idiomas. Além disso, Keila explica como o Trends possibilita a comparação entre temas de busca diferentes ou entre o mesmo conteúdo, mas com categorias de segmentação distintas.

A jornalista e curadora do Google também traça um panorama sobre os temas mais buscados na pandemia e a leitura que os jornalistas podem tirar sobre eles. A partir disso, Keila reconstrói os passos feitos por uma reportagem publicada na quarentena por um grande veículo de comunicação, mostrando na prática as operações estatísticas aplicáveis aos dados coletados através do Google Trends.

NÍVEL

Básico

DURAÇÃO

1:30h

FERRAMENTAS E REFERÊNCIAS

keila

Keila Guimarães

É curadora de dados do Google News Lab para Brasil e América Latina, responsável por auxiliar redações a extrair insights dos dados de busca do Google. Como jornalista, contribuiu para diversas publicações brasileiras e internacionais, incluindo Bloomberg, Quartz, El Mundo, Folha de S. Paulo, The Telegraph e BBC Brasil.

REALIZAÇÃO

DESENVOLVIDO COM

APOIO

APOIO DE MÍDIA