Dados 360 – 2020.2 – Prefeitura de São Paulo

  • Duração 20h
  • Última atualização 28 de outubro de 2020

Descrição

Esta é uma turma exclusiva para servidores da Prefeitura de São Paulo do curso ‘Dados 360′, que traz conteúdos com um panorama completo para quem quer começar a trabalhar com dados, desde a obtenção até a visualização das informações. Além de acesso imediato a 10 horas de aulas gravadas, as pessoas participantes terão aulas ao vivo, orientações e práticas com especialistas e profissionais experientes, ao longo de 5 semanas.

CARGA HORÁRIA

Total de 20 horas de aulas, sendo 10 horas ao vivo com instrutores e 10 horas de aulas em vídeo.

ATIVIDADES

O curso é dividido em módulos semanais e a interação se dará por meio dos seguintes modos:

  • Aulas e exercícios ao vivo: aulas semanais ao vivo no Zoom, com duas horas de duração, para tirar dúvidas com os instrutores do módulo e realizar exercícios. As aulas ocorrerão conforme o calendário abaixo e serão disponibilizadas na plataforma para acesso posterior;
  • Vídeo-aulas: aulas exclusivas com profissionais e especialistas, em vídeos de aproximadamente 15 minutos cada, totalizando 2 horas semanais, em média;
  • Plataformas online: entre 08/10 e 18/11, a equipe do curso estará disponível para orientação e resolução de dúvidas sobre o conteúdo das aulas a qualquer momento, por meio do chat e do Fórum de Discussão.

Nesta edição, as aulas gravadas de todos os módulos são disponibilizadas logo após a inscrição, de modo que os alunos possam explorar todos os tópicos abordados por mais tempo. As datas de início dos módulos, apresentadas no calendário, são apenas uma sugestão de organização.

Para melhor aproveitamento do curso, a sugestão é que as pessoas participantes assistam aos vídeos gravados antes da realização as aulas ao vivo.

AULAS E ATIVIDADES AO VIVO

O curso Dados 360 apresenta, além dos vídeos gravados, duas horas semanais de atividades ao vivo: aulas e exercícios em que utilizaremos softwares e plataformas como o Web Scraper, Flourish, Workbench e o DB Browser. Enviaremos, por e-mail, a lista de softwares a serem utilizados em cada semana.

As aulas ao vivo ocorrerão uma vez por semana: quartas-feiras (com exceção do dia 29/10, uma quinta-feira), às 16 horas, e terão duas horas de duração (veja o calendário a seguir). Nessa ocasião, os professores irão explorar tópicos desenvolvidos em seu módulo de atuação e tirar dúvidas dos alunos. 

Todas as aulas e os exercícios ao vivo serão gravados e disponibilizados na plataforma logo após a sua realização. Essas atividades, assim como as demais, ficarão disponíveis na plataforma para serem assistidas a qualquer hora, por até três meses após o término do curso.

Para fins de registro de presença, haverá formulários semanais que circularão somente nas aulas ao vivo. Caso o servidor não possa comparecer à atividade síncrona e queira assegurar a participação na aula, basta assistir ao vídeo gravado, disponível na plataforma, e marcar “aula completa”.

CALENDÁRIO

08/10 – Início do curso
14/10, quarta-feira, às 16h – Aula ao vivo e atividade prática – Semana 1
15/10 – Início da Semana 2
21/10, quarta-feira, às 16h – Aula ao vivo e atividade prática – Semana 2
22/10 – Início da Semana 3
29/10, quinta-feira, às 16h – Aula ao vivo e atividade prática – Semana 3
29/10 – Início da Semana 4
11/11, quarta-feira, às 16h – Aula ao vivo e atividade prática – Semana 4
12/11 – Início da Semana 5
18/11, quarta-feira, às 16h – Aula ao vivo e atividade prática – Semana 5

INSTRUTORES

Ana Carolina Da Hora – Estuda Ciências da Computação na PUCRio. Criadora do Computação da hora e Ogunhe, voluntária em iniciativas que incentivam a inserção de meninas e mulheres na tecnologia.

Adriano Belisário – Coordenador da Escola de Dados e jornalista. Há mais de 10 anos pesquisa e desenvolve projetos na área de tecnologias abertas e mídia. Desde 2012, trabalha com investigações baseadas em dados e hoje é pesquisador associado do Medialab/UFRJ, onde desenvolve investigações e produção de evidência baseadas em fontes abertas (OSINT), além de atuar com jornalismo investigativo baseado em dados, tendo colaborado com veículos, como a Agência Pública, onde foi editor do projeto de checagem de fatos Truco, e o The Intercept Brasil.

Alice Adativa – Doutoranda da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), trabalhando com ciência de dados espaciais, organizadora em @PyDataManaus e @PyLadiesManaus.

Bruna Wundervald – Estatística, doutoranda em Estatística e Machine Learning na Universidade de Maynooth (Irlanda). É usuária de R e outras linguagens, além de participar de diversas comunidades relacionadas, como a R-Ladies.

Fernanda Campagnucci – Diretora-executiva da Open Knowledge Brasil. Graduada em Jornalismo e mestre em Educação, foi integrante da carreira de Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental na Prefeitura de SP, onde desenvolveu projetos de transparência e integridade pública desde 2013. Coordenou o Pátio Digital, iniciativa de governo aberto da Secretaria Municipal de Educação. É fellow de governo aberto da OEA e integrante da Rede de Líderes em Dados Abertos do Open Data Institute, de Londres.

Fernando Barbalho – Doutor em Administração pela UnB (2014). É cientista de dados no Tesouro Nacional. Pesquisa e implementa produtos para transparência no setor público brasileiro. Desenvolve projetos e investigações baseadas em R.

Marcelo Soares – Jornalista, fundador da Lagom Data, que desde março monitora o avanço do coronavírus pelos municípios do Brasil. É membro do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ) e foi o primeiro editor de audiência e dados da Folha de S.Paulo. Leciona jornalismo de dados em pós-graduações em jornalismo digital. Trabalhos seus com análise de dados para reportagem ganharam prêmios Esso (2006), Petrobras (2017) e INEP (2018).

Natália Mazotte – Co-fundadora da Escola de Dados, atualmente é JSK Stanford fellow. Também co-fundou a revista digital Gênero e Número. Atua como instrutora e palestrante em temas relacionados a métodos digitais, dados abertos e acesso à informação. Tem mestrado em comunicação na UFRJ e pós-graduação em Estratégia Digital na Universidade Pompeu Fabra.

Nazareno Andrade – Pesquisa e desenvolve projetos de tecnologia cívica usando ciência de dados e visualização de dados. Além disso, é professor desses assuntos na Universidade Federal de Campina Grande, e um dos criadores do hackfest.com.br.

APOIO

Ariane Alves – Jornalista formada pela ECA-USP, atualmente cursa pós-graduação em Ciência de Dados e Big Data na PUC Minas Virtual. Já integrou a equipe da Coordenadoria de Promoção de Integridade da Controladoria Geral do Município, em São Paulo, como estagiária de Comunicação e Design. Também foi assessora de conteúdo na Campanha Nacional pelo Direito à Educação e repórter de tecnologia nos sites EXAME.com e Olhar Digital. Hoje integra a equipe de Inovação Cívica da Open Knowledge como analista de dados e comunicação digital.

Marília Gehrke – Doutoranda em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde também fez mestrado. É jornalista graduada pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), e na mesma instituição realizou aperfeiçoamento em Assessoria em Comunicação Política. Trabalhou como repórter multimídia no interior do RS e pesquisa temas como jornalismo guiado por dados, transparência e desinformação. Integra o Núcleo de Pesquisa em Jornalismo (Nupejor/UFRGS) e o Laboratório de Popularização da Ciência (Popcicom). Atua na gestão de cursos da Escola de Dados e integra a rede de pessoas embaixadoras da Open Knowledge. É uma das organizadoras do Open Data Day de Porto Alegre.

CERTIFICAÇÃO

As atividades do curso devem ser concluídas na plataforma até o dia 19/11/20 às 12h. Participantes que concluírem, no mínimo, 75% de cada curso (aulas e quizzes), receberão certificado de conclusão emitido pela Open Knowledge Brasil/Escola de Dados. Os certificados impressos serão confeccionados e enviados para a Prefeitura de São Paulo após o término do curso.

O que vou aprender?

  • Descrever de maneira técnica os principais conceitos e tecnologias utilizados para trabalhar com dados no campo da comunicação, bem como reconhecer e criticar decisões técnicas nesta área;
  • Identificar oportunidades de uso de dados no campo da comunicação para criar ou responder perguntas em diferentes contextos;
  • Utilizar técnicas de análise e visualização para explorar e descrever um conjunto de dados;
  • Comunicar de forma profissional os resultados do trabalho, por meio de visualizações, tabelas e textos de impacto, produzindo investigações baseadas em dados;
  • Utilizar ferramentas gratuitas e de código-aberto para trabalhar com as diferentes etapas de um projeto de comunicação baseado em dados;
  • Desenvolver sua própria trilha de aperfeiçoamento profissional nos diferentes campos de trabalho da comunicação baseada em dados.

Tópicos deste curso

50Aulas20h

Aulas ao vivo e plataformas

Aulas ao vivo e plataformas

Semana 1: Fundamentos e obtenção de dados

Semana 2: Introdução à programação e bancos de dados

Semana 3: Análise de dados

Semana 4: Visualização de dados

Semana 5: Trabalhando com textos, mapas e redes sociais

Gratuito

Materiais inclusos

  • Aulas ao vivo
  • Vídeo-aulas
  • Fórum
  • Chat

Requisitos

  • Desejável conhecimentos básicos de planilha

Público-alvo

  • Comunicadores
  • Organizações da sociedade civil
  • Pesquisadores
  • Pessoas interessadas em trabalhar com dados