Investigando a segurança pública: como combinar fontes de dados para contrapor discursos governamentais

Atividade exclusiva para pessoas inscritas no Coda.Br 2021.

Inscreva-se já OU faça login

SOBRE O WORKSHOP

Um dos maiores desafios na construção de projetos envolvendo dados sobre segurança pública é lidar com subnotificações e inconsistências nos números divulgados oficialmente. É comum que até mesmo discursos governamentais não sejam transparentes ou promovam desinformação. A jornalista investigativa Cecilia Olliveira e a pesquisadora Maria Isabel Couto, do Fogo Cruzado, partem do trabalho desenvolvido pelo instituto para ensinar, neste workshop, como encontrar diferentes tipos de fontes sobre segurança pública que desmistifiquem discursos falaciosos.

Na primeira parte, a oficina apresenta o cenário da pesquisa sobre segurança pública no Brasil, seus principais desafios e como dar os primeiros passos. A partir de uma reportagem investigativa sobre práticas de grupos de extermínio, Olliveira e Couto detalham o processo de apuração e comentam como fizeram para chegar aos dados. Além disso, o workshop mostra estratégias para comunicar pautas sobre segurança que, à primeira vista, podem parecer muito locais. Desde a escolha do formato até o ângulo da história, o objetivo é mostrar como existem várias maneiras de nacionalizar temas relacionados à segurança. 

Porém, afinal, se não dá para confiar nem nos discursos oficiais, onde encontrar dados confiáveis sobre segurança pública? Na segunda parte do workshop, você vai conhecer as principais fontes usadas pela equipe do Fogo Cruzado e saber como dar os primeiros passos na busca por informações que, na maior parte das vezes, não são fáceis de chegar. A atividade apresenta fontes de saúde, de segurança, do sistema de justiça e, claro, de fontes colaborativas, como o Fogo Cruzado, para você conseguir chegar às informações que precisa. Além disso, a oficina mostra como usar a Lei de Acesso à Informação também ao seu favor.

Cheguei aos dados, e agora? Cecilia Olliveira e Maria Isabel Couto compartilham dicas e cuidados necessários na hora da análise. Ao final, você vai entender como explorar diferentes perspectivas, comparar indicadores, avaliar ordens de grandeza e notar quando a ausência de dados também são relevantes para a análise. 

NÍVEL

Básico.

DURAÇÃO

1:30h

REFERÊNCIAS DA ATIVIDADE

cecilia

Cecília Olliveira

É jornalista investigativa, dedicada à cobertura do tráfico de drogas e armas e à violência. Em 2016, frustrada com a falta de dados, começou a mapear os tiroteios no Rio de Janeiro. Essa ideia se transformou no Fogo Cruzado, hoje um Instituto, que usa tecnologia para produzir e divulgar dados abertos e colaborativos sobre violência armada. Atualmente, o FC está se espalhando por todas as grandes cidades do Brasil. Cecília foi a única finalista latino-americana do Prêmio Repórteres Sem Fronteiras para a Imprensa de 2020, que celebra vozes intrépidas e corajosas na mídia global.

bel

Maria Isabel Couto

Diretora de Programas do Instituto Fogo Cruzado. É doutora e mestre em sociologia pelo IESP/UERJ e atua com segurança pública há mais de 10 anos, seja com pesquisas quali/quanti ou com interfaces de articulação entre sociedade civil e poder público. Foi coordenadora da área de segurança da FGV/DAPP; assistente de campo, gestora local e supervisora da UPP Social (programa da ONU-Habitat em parceria com a Prefeitura do Rio); e consultora do IPEA. Além disso, já trabalhou em diversos projetos do ISER em parceria com a Seseg/UPPs, com a Senasp e com a ONU-Habitat e o governo de Alagoas.

REALIZAÇÃO

DESENVOLVIDO COM

APOIO

APOIO DE MÍDIA

Visite os sites das edições anteriores: 2016201720182019 e 2020