limpeza de dados

boletim

27 abr: #06 Quarta edição do CODA.BR e guias para o trabalho com jornalismo de dados

Novembro foi o mês da quarta edição da Conferência de Jornalismo de Dados e Métodos Digitais, em nosso boletim compartilhamos a documentação que produzimos durante o Coda.Br 2019. E também mostramos dois guias relevantes para quem trabalha com jornalismo de dados, algumas referências de trabalhos realizados na área de inteligência com dados e fontes abertas, algumas ações de Inovação Cívica da Open Knowledge no Brasil, e outras novidades sobre práticas em desenvolvimento de softwares para ciência de dados, conceitos importantes sobre causalidade e vieses e um diretório que que concilia os códigos de municípios em diferentes órgãos, como o IBGE, Receita Federal e Tesouro Nacional.

boletim

17 abr: #02 Inteligência Artificial nas redações e dicas sobre onde aprender

O destaque da segunda edição do boletim de dados mensal da Escola de Dados, de julho de 2019, foi o futuro promissor do uso de Inteligência Artificial além das redações, em áreas de meio ambiente e direitos humanos. E também mostramos a discussão sobre desigualdade de gênero no campo da visualização de dados, materiais sobre dados das conferências da ABRAJI, CSVConf e useR2019, e outras novidades sobre análise, visualização de séries históricas, pesquisa em fontes abertas, ferramentas para detecção de alterações em fotos digitais e acesso ao histórico de votações de deputados federais.

boletim

17 abr: #01 Open Source Intelligence, notícias falsas no WhatsApp e mais

A primeira edição do boletim de dados mensal da Escola de Dados, de junho de 2019, deu destaque para o tema da privacidade de dados pessoais, com as mudanças no acesso a dados para fins de investigação em redes sociais e em outros sites da web. E também mostramos o consumo de notícias via WhatsAPP, os materiais sobre jornalismo de dados publicados pelo New York Times, e outras novidades sobre motores de busca, visualização e fluxo de trabalho com dados.

20180922_112408

26 set: Da raspagem à visualização: o que rolou no curso “Transformando dados em histórias”, em Salvador

Em 20 horas de atividades, os alunos inscritos aprenderam a passar por todo o fluxo de trabalho com dados, desenvolvendo as técnicas que permitem encontrar boas histórias dentro das grandes bases disponíveis – e também aprenderam como conseguir as bases quando elas não estão disponíveis.